Las Vegas – O que fazer?

Olá pessoal! 🙂

No último post nós demos todas as informações que vocês precisam pra começar a planejar uma viagem à Cidade do Pecado. Agora é hora de falarmos sobre o que fazer na cidade. E atração é o que não falta em Las Vegas, não à toa, a cidade é conhecida como a capital mundial do entretenimento e da diversão! A sensação que eu tenho é que preciso voltar umas 10 vezes pra conseguir curtir tudo que essa cidade tem a oferecer.

SONY DSC

A chegada à Vegas já é incrível por si só, pois até o aeroporto é temático e, por todos os lados, você vai se deparar com as famosas maquininhas caça-níqueis, que são a marca da cidade. O aeroporto fica bem próximo à Strip, que é onde você provavelmente estará hospedado, e, de traslado para o seu hotel, você pode optar por pegar um táxi, que não sairá caro, ou, até mesmo, contratar uma limousine, para já começar a entrar no clima da cidade a aproveitar toda a pompa e circunstancia que só Vegas pode oferecer.

Las Vegas_s McCarran (LAS) airport
As famosas slot machines no aeroporto de Las Vegas

Como optamos por alugar um carro, o que eu já contei pra vocês no post anterior, nós pegamos um transfer na saída do aeroporto, que leva direto até as empresas locadoras, e dalí seguimos direto para almoçar e matar a saudade do Red Lobster, que é um restaurante americano especializado em frutos do mar, especialmente em lagostas, e a gente ama tanto que não importa a cidade dos EUA em que estivermos, nós sempre damos um jeitinho de dar uma passadinha por lá. Ele fica bem distante da Strip, e só dá pra chegar até lá de carro.

Depois do almoço, nós finalmente fomos fazer check in no nosso hotel, o Stratosphere, e foi nesse momento o nosso primeiro contato com a Strip e onde finalmente caiu a ficha que estávamos  em Vegas! O coração chegou a bater mais forte! ❤

Passamos a tarde toda no hotel, desfazendo as malas e descansando um pouquinho do longo voo, já que à noite, nós tínhamos feito reserva para jantar no The Top of The World, um restaurante giratório que fica no topo da torre do Stratosphere, cuja experiência eu já contei pra vocês no post anterior.

Placa “Welcome to Fabulous Las Vegas”


Em seu primeiro dia na cidade, eu recomendo que você acorde bem cedinho e vá logo conhecer um dos cartões postais mais conhecidos da cidade, que é a famosa placa de boas vindas de Las Vegas. Provavelmente você vai acabar se decepcionando um pouco ao se deparar com ela, pois ela é bem menor do que aparenta nas fotos, mas como um ícone da cidade, uma paradinha por lá para uma foto não pode faltar no seu roteiro.

lasvegas3

A placa fica localizada bem no início da Strip, no sentido Sul, em um local estruturado para receber os visitantes, que conta até com um estacionamento gratuito. Mas como eu disse alí no início, trate de ir bem cedo, pois esse estacionamento é pequeno e costuma lotar muito rápido, e, para tirar a foto na famosa placa, costumam formar-se filas bem grandes, e você não vai querer perder muito tempo do seu dia alí, não é mesmo? Pois afinal, trata-se apenas de um placa!

Hotéis da região Sul da Strip


Para fazer o tour pelos hotéis, nós optamos por dividir a Strip em 3 partes: hotéis da região sul, hotéis da região central e hotéis da região norte. Achamos que essa era a melhor maneira de otimizar o nosso tempo na cidade e deixar nosso roteiro bem completo, e assim, conseguimos explorar, ao máximo, os principais e mais icônicos hotéis da cidade.

Como iniciamos o nosso dia na famosa placa “Welcome to Fabulous Las vegas”, que, como eu disse, fica localizada na região sul da Strip, foi por alí que começamos o nosso tour pelos hotéis. O primeiro hotel que visitamos foi o Excalibur, onde fizemos base e estacionamos o nosso carro. Lembrando que os estacionamentos do hotéis da Strip são todos gratuitos! 😉

SONY DSC
Hotel Excalibur Las Vegas

SONY DSC

O Excalibur é um hotel com tema medieval, e, tanto por dentro, quanto por fora, é muito bonito e rende ótimas fotos, mas ele não possui nenhuma atração em si. Então depois de dar uma volta rápida pelo interior, nós pegamos um “tram”, que nada mais é que um trenzinho gratuito que liga o Excalibur aos hotéis Mandalay Bay e Luxor, e aproveitamos para conhecer todos eles de uma vez só. É super fácil de achar o ponto  final desse trem, basta seguir as placas de dentro do hotel!

lasvegas4

O Luxor é um hotel totalmente inspirado no Egito e tem formato de pirâmide. Além da arquitetura impressionante, a decoração do hotel também é incrível. Sua principal atração é uma esfinge enorme que fica logo na entrada frontal do hotel, e alí você vai tirar ótimas fotos, tanto de dia, quanto à noite.

Já o Mandalay Bay é um hotel bem moderno, mas sem nenhum tema específico. De atração, ele possui uma piscina artificial, com direito a ondas e areia, e um aquário, mas que, infelizmente, não deu tempo de conhecermos. Na verdade nós passamos bem rápido por esse hotel pois voltaríamos nele em outro dia à noite, para assistir ao espetáculo “Michael Jackson One” do Cirque du Soleil.

Depois de uma passada rápida pelo Luxor e pelo Mandalay Bay, nós pegamos o “tram” de volta e descemos no hotel Excalibur e, dalí seguimos para conhecer o hotel New York New York, que fica bem ao lado dele. Lá nós fizemos uma parada para almoço e depois fomos conhecer a loja da Hershey’s, e também aproveitamos as atrações do hotel, que, inclusive, possui  uma montanha-russa super radical na parte exterior. É claro que não poderíamos deixar de ir e adoramos o brinquedo, principalmente pela vista que proporciona!

lasvegas16

Naquela região alí, só que do outro lado da rua, fica o famoso MGM Grand, que é onde acontecem diversos eventos esportivos, como o UFC. Inclusive, há um octógono montado na entrada do hotel. Ele também abriga a famosíssima balada Hakassan e o divertido restaurante Rainforest Café, que possui filial em diversas cidades americanas e imita uma floresta com seus bichos em movimento. Imperdível para quem está viajando com crianças.

SONY DSC
MGM

Hotéis da região Central da Strip


Em nosso segundo dia em Vegas, nós seguimos direto para o hotel Bellagio, onde fizemos base e estacionamos nosso carro para poder circular pelos hotéis da região central da Strip, começando o nosso tour pelo próprio Bellagio.

lasvegas18
Bellagio

O Bellagio é conhecido por ser o dono do famoso show de águas dançantes, que é mais uma característica marcante da cidade. O show acontece no lago localizado bem em frente ao hotel de segunda a sexta, das 3 da tarde a meia noite, e aos sábados e domingo, de meio dia a meia noite, a cada 30 minutos até as 7 da noite, e a cada 15 minutos, de 7 da noite a meia noite. O show é imperdível e quando começa faz todo mundo que está passando por alí parar para assistir, por isso, chegue uns 10 minutinhos mais cedo caso queira pegar um bom lugar.

Engane-se quem pensa que o Bellagio se resume só ao show das águas. O hotel também possui uma decoração incrível, com muito requinte e sofisticação, a começar pelo seu hall de entrada, que possui um teto todo decorado com vidros de Murano! Ao lado do lobby do hotel, há também um jardim interno maravilhoso, que costuma mudar de tema frequentemente, mas é sempre um deleite para os olhos. Visita obrigatória!

SONY DSC
Teto de vidros de Murano do Bellagio
SONY DSC
Jardim interno do hotel Bellagio

Ainda na região central, só que do outro lado da rua, estão localizados os hotéis Harrah’s, Flamingo e Bally’s. Desses três, a única atração que pode chamar atenção são os flamingos e alguns outros animais que ficam expostos na parte de trás do lobby do Hotel Flamingo. Nós optamos por não entrar nesses hotéis e seguimos direto caminhando pela Strip, parando em diversas lojinhas, até chegar à loja da M&M’s.   

A loja da M&M’s em Las Vegas é uma loja enorme, com três andares e que vale muito a visita. Ela é muito parecida com a que fica no Florida Mall, em Orlando. Além de ser super colorida, há vários temas com os bonecos da M&M em tamanhos perfeitos para uma foto, incluindo um carro no último andar. Os M&M’s vendidos nessas lojas costumam ser bem carinhos, mas é difícil resistir aos sabores diferentes e únicos, que só entramos lá.

Voltando em sentido Bellagio, nós paramos para almoçar no restaurante Bubba Gump, que é uma rede americana que eu AMO de paixão, inspirada no filme do Forrest Gump. Como nós fomos pra Vegas no inverno, estava bem friozinho e não dava pra sentar na varanda, mas caso você vá em dias mais quentes, não deixe de pegar uma mesa do lado de fora, a vista da Strip é incrível! 😉

Naquela região alí também estão os luxuosíssimos The Cosmopolitan e Aria, esse último, o hotel mais moderno de Las Vegas, recheado de lojas de grife e restaurantes estrelados. É um local bem diferenciado e é parada obrigatória para quem busca o máximo do requinte. Vale a visita nem que seja só pra admirar as vitrines. Dá pra se ter uma ideia do que eu estou falando só pela fachada desse hotel né?

lasvegas5.jpg

Depois do almoço, nós também aproveitamos para conhecer o hotel Paris, que possui uma réplica da Torre Eiffel, que você pode subir para ver a cidade do alto, e, no topo, ainda tem um restaurante super luxuoso, que, inclusive, já falamos nesse outro post aqui. O hotel conta ainda com uma réplica do Arco do Triunfo e é lindo por si só. Parada obrigatória em suas caminhadas pela Strip, tanto de dia, quanto de noite. 😉

lasvegas15

Hotéis da região Norte da Strip


Nesse dia, antes de começarmos o passeio pelos hotéis da região norte da Strip, nós aproveitamos para subir no topo da torre do Hotel Stratosphere, onde estávamos hospedados, para curtir a vista e alguns amigos poderem ir nos três brinquedos radicais que existem lá em cima. A Torre do Stratosphere é aberta ao público, mas o acesso só é gratuito para hóspedes. O público em geral deve pagar um taxa de U$ 18 por pessoa.

lasvegas7

A Torre possui 350 metros de altura  e a vista lá do alto é incrível! Você pode subir para assistir ao pôr do sol e aproveitar para tomar um drink no Level 107 Lounge, considerado o bar mais alto de Las Vegas, ou jantar no Top Of The World, o restaurante giratório que fica no topo da torre e eu já contei pra vocês minha experiência no post anterior.

SONY DSC

Dando continuidade ao nosso passeio, nós seguimos para o hotel Circus Circus, que fica bem próximo ao Stratosphere, e possui um parque de diversões com diversos brinquedos, inclusive uma montanha-russa, nada muito incrível para quem já foi em parques maiores, como os da Disney. Eu inclusive dispensei ir nesses brinquedos, mas meu marido, meu irmão e um amigo foram e gostaram. Mas eu acredito que a visita a esse hotel valha mais a pena se você estiver viajando com crianças, ou então, no caso de você já ter conseguido ver tudo que gostaria e esteja com tempo sobrando.

No Circus Circus acontece ainda um show circence gratuito, com mágicos, trapezistas, e equilibristas, com apresentação diária, das 11 da manhã a meia noite, a cada meia hora. Nós dispensamos esse show, mas também acho que valha a pena conferir se você estiver viajando com crianças.

Depois de sair do Circus Circus, nós seguimos para o The Venetian, que era um dos hotéis que eu estava mais ansiosa pra conhecer em Vegas, pois ele é todo inspirado na cidade de Veneza, na Itália, e possui réplicas de diversos marcos dessa cidade, como o Grand Canal, a Torre do Campanário, a Praça San Marco e a Ponte Rialto. Uma das principais atrações do hotel é a possibilidade de fazer um passeio de gôndola pelos canais do hotel com gondoleiros cantores, assim como na cidade italiana.

SONY DSC

SONY DSC

Além da arquitetura incrível, dentro do hotel também existe um shopping com diversas lojinhas e restaurantes, todas sob um céu falso, que dá a impressão de estar de dia o tempo todo. É alí que está localizada, inclusive, a famosa loja de doces do Buddy Valastro, a Carlo’s Bakery Shop, que já falei melhor no post anterior. Parada obrigatória!

SONY DSC

Em frente ao The Venetian, fica localizada também uma filial do museu de cera Madame Tussauds, mas, infelizmente, não tivemos tempo para visitar essa filial. Mas nós já fomos na de Los Angeles e amamos! Vale muito a pena visita! 😉

SONY DSC

SONY DSC

Do outro lado da rua, fica o hotel The Mirage, onde existe a réplica de um vulcão e acontece um espetáculo com água e fogo, simulando sua erupção, todos as noites, de 19h a meia noite, a cada 15 minutos. Ao longo do caminho, há também o hotel Treasure Island, mas nós dispensamos a visita a esses hotéis e seguimos direto para o Forum Shops, que é um shopping enorme com decoração inspirada em Roma, que fica dentro do pomposo hotel Caesars Palace.

O céu desse shopping também é falso e dá a impressão que está sempre de dia, assim como no The Venetian. Nós optamos por almoçar no The Cheesecake Factory, que é mais uma daquelas redes americanas com visita obrigatória em toda viagem aos EUA. Em frente a esse restaurante, no final do shopping, fica um aquário bem legal e, diariamente, a partir das 11 da manhã, também acontece um show gratuito com estátuas que se movem, misturando fogo, água e alguns efeitos especiais, tudo inspirado na história da cidade submersa de Atlantis.

atlantis-main
Show no Forum Shops

Além do The Cheesecake Factory, no Forum Shops existe ainda uma série de restaurantes legais, como o Carmine’s, filial do famoso restaurante de Nova Iorque, e também há diversas lojas de grife. Dalí, fomos conhecer o Caesars Palace em si, que é um hotel também enorme e que fica empatado com o Bellagio no quesito de hotel mais imponente da cidade.

Como nós tínhamos comprado o ingresso para o show do Cirque Du Soleil para esse dia, nós tivemos que retornar para o nosso hotel mais cedo que de costume e, por este motivo, não tivemos tempo de visitar, nesse dia, os últimos dois hotéis que faltavam: Wynn & Encore. Eles ficam localizados um ao lado do outro e são um dos mais luxuosos de Vegas, ambos muito bem decorados com flores e borboletas coloridas, e lustres fantásticos. Nós demos uma passada rápida por eles no dia do embarque de volta ao Brasil. Mas queria ter tido tempo de explorar cada cantinho com calma. Deixou um gostinho de quero mais!

SONY DSC
Wynn Las Vegas

Fremont Street Experience em Downtown Vegas


A Freemont Street é uma rua localizada em Downtown Vegas, que é o local da cidade onde tudo começou, e, por este motivo, lá ficam localizados os casinos mais antigos, como Golden Nugget. A Fremont nada mais é do que uma grande fachada de pedestres com cobertura, sendo que, à noite, o teto vira uma tela multimídia gigante, com música, animações e jogo de luzes.

p19un7fd3g1i4u1ld1jmd96s51m4
Fremont Street Experience

Gold & Silver Pawn Shop


Ao final da Strip, bem depois do hotel Stratosphere, fica a famosa loja de penhores onde é gravado o programa de televisão Trato Feito, a Gold & Silver Pawn Shop. A loja, que costuma ter fila pra entrar, possui um acervo incrível, e a visita é muito legal, principalmente pra quem é fã do programa, como o meu pai, que ficou com os olhinhos brilhando de felicidade em estar lá dentro!

IMG_0446

Graceland Wedding Chappel


Se você sonha em casar/renovar os votos em uma cerimônia super diferente e divertida, tendo como celebrante um cover do Elvis Presley, em Las Vegas isso é possível! E embora isso possa soar um tanto incomum, a prática já virou uma característica da cidade e, atualmente, diversas capelas já oferecem esse serviço. A Graceland Weeding Chappel é uma das mais tradicionais de Vegas, e ficou famosa por celebrar o casamento de diversas celebridades, como o cantor Jon Bon Jovi!

Um casal de amigos que viajou com a gente estava celebrando 5 anos de casamento e decidiu renovar os votos na Graceland. O pacote escolhido por eles dava direito a uma limousine, que foi nos buscar no hotel e nos levou pra capela – sim, já que é pra casar em Vegas, que seja com muito glamour pra combinar com o clima da cidade rs

A cerimônia foi linda e a minha amiga Rê entrou de braços dados com o Elvis cantando Love me Tender. Infelizmente não era permitido filmar, nem fotografar, pois as fotos/vídeos eram feitos por um fotógrafo profissional, que depois coloca tudo em uma plataforma digital e você pode acessar pra comprar. E, se como convidada, já foi uma experiência incrível e muito emocionante, imagine como noivos, né?! Quem sabe um dia eu retorne para renovar os meus votos lá também! Alô, marido! rs ❤

thumbnail_IMG_1561
A noiva chegando de limo!

 

thumbnail_IMG_5529-ZF-5030-70811-1-001-005

Aqui abaixo eu deixo o depoimento da minha amiga Rê sobre a experiência dela para poder ajudar quem também deseja realizar esse sonho:

No ano da viagem estava completando 10 anos que eu conhecia o Thiago e estava fazendo 5 anos de casada, e achei que seria perfeito fazer a renovação de votos lá. Então comecei a pesquisar sobre as capelas que existiam em Las Vegas e de cara a Graceland me chamou a atenção pelo visual romântico e tradicional, mas principalmente pela sua história. Escolhida a capela, comecei a pesquisar os pacotes e descobri que existem 2 tipos de cerimônia: a com o serviço de cartório, celebrada pelo juiz de paz, onde o casamento pode ser reconhecido no Brasil posteriormente; e a de renovação de votos, com a presença do Elvis como celebrante, em que o casal ganha uma certidão com todas as informações da celebração. Você pode contratar esse pacote ainda no Brasil, pelo site, e já deixar a data agendada, ou comprar diretamente lá na capela, que foi o que eu fiz, mas o ideal é que faça anteriormente para garantir a data. Eu escolhi o pacote com o Elvis, limousine que busca no hotel, uma rosa para a noiva e uma para o noivo, e custou em média U$ 300. Em relação à experiência, fiquei com aquele frio na barriga desde o momento em que estava me arrumando, e por mais que tenha o lado engraçado por estar sendo levada ao altar pelo Elvis, foi emocionante rever meu marido lá na frente me esperando e ficar frente a frente observando o nervosismo dele. Acho que até por não estar tão nervosa quando no dia do meu casamento, eu também pude observar mais detalhes e curtir o momento. E tive a sorte de estar com amigos que embarcaram na minha ideia. Super recomendo!

thumbnail_IMG_1521
Noivos lindos e queridos!

Shows do Cirque Du Soleil


Seja qual for a  razão para você visitar Las Vegas, certo é que não dá para perder a oportunidade de assistir a um show do Cirque du Soleil. Os espetáculos são uma das principais atrações da cidade, e o sucesso é tanto, que atualmente eles somam 8 (oito) apresentações fixas na cidade, que ficam em cartaz o ano todo nos principais hotéis, com alguns pequenos períodos de recesso. Cada espetáculo possui um tema específico e uma apresentação diferente entre si, mas tudo daquele jeito incrível e único que só o Cirque Du Soleil consegue fazer.

Difícil é escolher apenas um pra assistir! E em tempos de dólar muito alto, os ingressos para os shows acabam saindo bem caros para nós brasileiros, pois eles custam em média U$ 130 (cento e trinta dólares) por pessoa, e, dependendo do setor escolhido para assistir ao show, esse valor pode duplicar. Então, aqui abaixo eu vou deixar um pequeno resumo sobre cada espetáculo pra que ajude a vocês decidir qual ou quais serão os seus escolhidos:

  • Cirque Du Soleil “One”

Eu vou começar falando sobre esse show pois foi o meu escolhido e, por isso, é o único em que posso expressar opinião pessoal. O espetáculo “One” possui residência no Hotel Mandalay Bay e é baseado na vida do cantor Michael Jackson. O musical é uma mistura de danças, saltos, acrobacias e muita luz, que fazem realmente a memória do cantor vir à tona. Pra vocês terem uma noção, mas sem querer dar muito spoiler, em determinado momento do show eles recriam a imagem do Michael Jackson através de um holograma. É simplesmente incrível e emocionante!

maxresdefault

O espetáculo é um dos mais recentes na cidade, mas já está sendo considerado por muitos como um dos melhores! Se ele é realmente o melhor, eu não posso afirmar, pois, infelizmente, não tive a oportunidade de conhecer os outros, mas o que posso dizer pra vocês, é que o “One” é um show maravilhoso, que me deixou de queixo caído em diversos momentos do espetáculo. Sem contar na emoção que é assistir a toda aquela apresentação ao embalo das músicas do Michael Jackson. Imperdível para quem é fã do eterno rei do pop, assim como eu!

  • Cirque Du Soleil “O”

O show “O” tem residência no teatro do pomposo Hotel Bellagio, que se chama “O” Theatre, pois foi montado especialmente para as apresentações desse espetáculo. Ele é um dos shows mais famosos de Las Vegas, e, por ser um dos mais procurados da cidade, o ingresso não fica pra trás e também é um dos mais caros.  Todo o show do “O” é baseado no tema água, misturando o mundo aquático com o mundo dos sonhos e o teatro possui uma piscina gigante no meio do palco e um teto mágico que faz a atração ficar ainda mais especial.

  • Cirque Du Soleil “Kà”

O show KÀ tem residência no Hotel MGM e tem como tema principal a religião de uma tribo do Egito de mesmo nome, que acredita que todo corpo possui o seu corpo espiritual. O Cirque Du Soleil KÀ se diferencia dos demais shows por acontecer em um palco suspenso que gira 360 graus, e os personagens ficam percorrendo esse palco durante todo o show, dando às vezes a impressão de que estão fixados no chão.

  • Cirque Du Soleil “Love”

O espetáculo “Love” acontece no The Mirage e é um musical criado em homenagem aos Beatles. O show relembra toda a história da famosa banda inglesa, ao som das suas músicas principais. Para quem ama os Beatles, este é o show perfeito. Esse, inclusive, era o segundo show que eu iria assistir, mas o espetáculo estava em recesso na semana em que estive em Vegas.

  • Cirque Du Soleil “Believe”

Esse espetáculo do Cirque Du Soleil tem como protagonista, nada mais, nada menos, que o Criss Angel, considerado o melhor ilusionista do mundo. O show tem residência fixa no Hotel Luxor, e promete deixar todo mundo impressionado com os mais de 40 números de ilusionismo realizadas por ele no palco. A ideia de unir um dos maiores mágicos do mundo, com a empresa que produz os melhores shows do mundo, não pode dar errado né?

  • Cirque Du Soleil “Mystère”

O show “Mystère” fica localizado no Hotel Treasure Island e é um dos espetáculos mais antigos da cidade, estando em cartaz há mais de 19 anos. Esse espetáculo é baseado no tema de circo, e o seu diferencial é possuir trapezistas, equilibristas, pernas-de-pau, acrobacias ousadas, saltos arriscados, música ao vivo e muita emoção. O show tem até palhaços que divertem as pessoas ao mesmo tempo que fazem a performance.

  • Cirque Du Soil “Zarkana”

O espetáculo “Zarkana” fica hospedado no elegantíssimo Hotel Aria e, diferentemente dos demais, possui um tema mais sombrio e clima misterioso e lúdico, isso tudo com as incríveis acrobacias e performances que só o Cirque Du Soleil podem proporcionar.

  • Cirque Du Soeil “Zumanity”

O espetáculo Zumanity pode ser considerado como o espetáculo do Cirque Du Soleil de tema adulto, e não é à toa que menores de 18 anos não entram. Com um lado sensual e intimista, esse espetáculo chama atenção pelas apresentações de artistas semi-nus, interações e participações com o público. O Zumanity está localizado no Hotel New York New York e remete um ar de cabaré.

  • Show “Le Reve”

O show Le Revê acontece no luxuoso hotel Wynn & Encore, cujo teatro foi considerado como um dos espaços para espetáculos mais moderno do mundo, tecnologicamente falando. O show não é do Cirque du Soleil, mas segue a mesma linha de espetáculo e é realizado em cima de um palco aquático redondo com assentos em 360 graus, com muitas cores e efeitos.

Onde comprar os ingressos?


Você tem a opção de comprar os ingressos pela internet, no site oficial da cidade, nesse link aqui, como eu fiz, e viajar já com tudo agendado. Isso é bom pelo fato de que, comprando antecipadamente, você pode escolher os melhores lugares, de acordo com o setor que você optar. Como o site é americano, você precisará de um cartão de crédito internacional para validar a compra. 😉

Mas, caso você deseje economizar nesse quesito, existe a opção de você comprar os ingressos em quiosques da Tickets4Tonight, que tratam-se de stands que vendem ingressos para shows do mesmo dia, com descontos muito bons. As lojas abrem às 10h e os primeiros da fila têm sempre mais opções de ingressos para escolher, por isso, chegue cedo!Só é possível adquirir o ingresso na própria loja e não há vendas online! 😉

Show de Mágica


Para quem curte mágica, além do show do Cirque du Soleil “Believe”, que já falei alí em cima, existe também um outro show de ilusionismo – o do famoso David Copperfield. Nós não assistimos a esse show, mas temos amigos que foram conferir e acharam a estrutura do show impressionante e ficaram deslumbrados com as apresentações.

Show do Blue Man Group


O divertido show do trio de homens azuis também possui uma filial em Las Vegas! O espetáculo, que faz sucesso mundialmente, é super dinâmico e interativo. É um show repleto de música, cores e muito humor. Nós não assistimos a esse show em Vegas pois já havíamos tido a oportunidade de assistir em Orlando! O espetáculo é realmente maravilhoso e vale muito a pena, tanto para adultos, quanto crianças!

Shows de música em Las Vegas


Por ser a capital do entretenimento, Las Vegas acabou atraindo artistas e cantores famosos que fazem shows por lá durante todo o ano. Um espetáculo que já ganhou vários prêmios é o show da cantora Celine Dion, que possui residência no famoso hotel Caesars Palace e já está em cartaz há mais de 13 anos. Todos os shows acontecem dentro dos principais hotéis da cidade e você pode acompanhar quais estarão em cartaz durante a sua estadia através desse site aqui!

High Roller Las Vegas


Outro passeio que nós amamos fazer em Las Vegas foi a High Roller, que nada mais é que a maior roda gigante do mundo, com cerca de 180 metros de altura. Ela possui 28 gôndolas, todas com ar-condicionado e que comportam até 40 pessoas. Nós demos a sorte de conseguir uma cabine só pra gente e o passeio ficou ainda mais exclusivo! A volta inteira dura em média 30 minutos e, por alguns dólares a mais, você tem a opção de escolher gôndolas com serviço de bar e música, onde você pode desfrutar do passeio tomando uns bons drinks 🙂

HighRoller5
The Linq

A High Roller está localizada no The Linq, que é um complexo de entretenimento que fica em frente ao Caesars Palace. É possível fazer o passeio tanto de dia quanto de noite, mas eu recomendo que você vá à noite, pois, apesar de ser mais concorrido, e o ingresso seja um pouco mais caro, é incrível ver a cidade toda iluminada lá do alto.

lasvegas14

 

O ingresso para a visita durante o dia (até as 17h) custa 25 dólares, e para a noite (a partir das 17h), custa 35 dólares. A compra dos tickets ocorre por horário, o que difere os preços do dia e da noite. O passeio é simplesmente imperdível e não pode deixar de estar no seu roteiro! 😉

Bom pessoal, encerramos aqui o segundo post sobre Las Vegas, e espero que essas dicas ajudem vocês a montarem sua programação na cidade mais fabulosa de todas! No próximo post, eu falarei sobre a minha experiência no Grand Canyon West. Até breve! :*)

 

 

4 comentários em “Las Vegas – O que fazer?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s